fbpx
Início > Síndrome do Gato Paraquedista

Síndrome do Gato Paraquedista

Entenda porquê é importante colocar telas de proteção em janelas e basculantes

Os gatinhos são muito curiosos e destemidos quando o assunto é altura. Mas, apesar de possuírem grande habilidade em andar em locais altos e estreitos, acidentes ocorrem com certa frequência. Eles podem escorregar e cair, ou até mesmo, ao perseguir um passarinho, por exemplo, esquecer a altura em que se encontram e simplesmente pular. 

Nessas situações, eles geralmente chegam ao consultório com polifraturas, principalmente em face e membros. Trauma em região torácica, laceração de órgãos parenquimatosos (como o baço) e ruptura da parede da bexiga também acontecem. Estudos apontam que há um padrão de lesões em gatos que sofrem esse tipo de acidente, daí o termo “Síndrome do Gato Paraquedista”. 

Apesar de curioso, a possibilidade de sobrevivência é maior quanto maior for o tempo de queda. Sendo assim, caindo de locais mais altos eles têm mais tempo para se posicionar adequadamente, minimizando os efeitos do impacto no chão.

Os bichanos rotacionam a cabeça e colocam-se em posição quadrupedal, contribuindo assim para melhor distribuição do peso do corpo, o que amortece a queda. Além disso, eles possuem a pele “frouxa” o que, em uma queda de uma altura considerável, aumenta a resistência do ar, diminuindo assim a velocidade da queda.

É importante ressaltar que essa habilidade em se posicionar não é uma regra; exceções existem. Aqueles gatinhos obesos, idosos ou que estavam dormindo quando caem, certamente não terão habilidade para isso. Portanto, colocar telas em todas as janelas da casa, incluindo basculantes, é importantíssimo. Garanta a segurança e preze pela vida do seu felino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?